Prós e contras da reposição hormonal na menopausa

Reposição hormonal: Risco ou Necessidade?

Se eu te fizesse agora essa pergunta, você saberia me responder?

Será que você sabe mesmo o que significa a reposição hormonal e porque ela pode ser uma ‘necessidade’ ou um grande risco?

Quando entramos na menopausa e somos avisadas pelo ginecologista, uma das primeiras e quase únicas opções de tratamento oferecida para aliviar os sintomas como, o inchaço na barriga, a perca de libido, as ondas de calores, o intestino preso… E muitos outros sintomas, é a reposição hormonal sintética. 

Muitas vezes você pode não saber de fato o que essa alteração faz com o seu corpo, e por confiança, se submete a um tratamento que pode não ser tudo que esperava.

Aqui, vamos falar cientificamente sobre a menopausa e sobre os riscos e benefícios da reposição dos hormônios femininos, e mostrar caminhos alternativos para você viver livre dos sintomas característicos dessa fase de forma natural.

Clique no vídeo abaixo e vem conferir com duas especialistas na saúde da mulher, quais as opções!

A reposição hormonal…

Primeiro você precisa entender o porquê de algumas mulheres buscarem a reposição hormonal e o que ela proporciona. 

A reposição hormonal, em tese, significa ‘’recarregar’’ hormônios que devido a fase da menopausa está naturalmente em queda.

Ou seja, essa reposição faria sentido para amenizar os sintomas no corpo, como fogachos – aquele calor intenso que sentimos, ganho de peso e alterações de humor. 

Na prática, porém, a questão é muito mais complexa, uma vez que existem efeitos colaterais que precisam ser colocados na balança.

A verdade é que a reposição hormonal tem seus pontos positivos quando bem indicada – o que requer uma avaliação médica individualizada.  Porém, muitas vezes ela oferece grandes riscos à saúde

Há o momento certo para entrar com os hormônios sintéticos, e eles não são uma opção quando já há histórico de câncer de mama na família. 

No entanto, em um contexto adequado, a reposição pode, sim, melhorar a qualidade de vida.

A menopausa é igual para todas as mulheres?

Não há uma resposta absoluta que seja igual para todas as mulheres, visto que essa reposição reduz a mortalidade cardiovascular pós-menopausa, mas aumenta consideravelmente a possibilidade de doenças como o câncer de mama citado acima.

A menopausa tem início na vida das mulheres é por volta dos 50 anos, porém, em muitos casos, os sintomas começam desde os 40, quando estes hormônios param de agir (ou pela quantidade diminuem acentuadamente sua ação).

Ou seja, os sintomas, por mais incômodos que sejam, não representam risco à continuidade da vida, mas é sabido de longa data que a privação hormonal é responsável por importante aumento do número de infartos no período da menopausa.

Isto ocorre porque as artérias coronárias (artérias do coração) das mulheres são mais finas que as dos homens.Sem contar ainda que, na ausência do estrogênio, desequilibram-se as gorduras no sangue, o LDL colesterol (colesterol ruim) aumenta e o HDL colesterol (bom colesterol) diminui, o que aumenta a chance de ataques cardíacos ou doenças cardiovasculares.

Sempre consulte seu médico/a para o acompanhamento dos sintomas da menopausa

A alimentação como repositora hormonal…

A alimentação é também uma importante aliada ao combate dos sintomas da menopausa e fornecem vitaminas e nutrientes que auxiliam na produção dos hormônios femininos, você pode ler mais mais sobre isso aqui.

A intensidade dos sintomas e seu histórico familiar devem pesar nessa decisão de fazer ou não a reposição hormonal, mas somente esses não devem fatores  determinantes. Fitoesteróis, que são hormônios naturais derivados de plantas (soja, por exemplo), podem auxiliam na diminuição dos sintomas. 

Durante o desenvolvimento, o estrogênio tem influência nos ossos e na textura da pele. Ele é responsável pelos traços femininos, como olhos e lábios grandes e narizes e maxilares menores. A partir daí, esses hormônios são responsáveis pela regularidade dos ciclos menstruais.

A alimentação é aliada no combate aos sintomas da menopausa

Infelizmente, nem toda decisão é assim tão fácil. 

Ao falarmos sobre reposição hormonal, podemos associar a ela inúmeros efeitos adversos. Alguns desses efeitos colaterais são as alterações na coagulação e possibilidade de formação de coágulos, sangramentos irregulares, dor nas mamas, retenção de sódio, aumento da incidência de cálculos na vesícula.

Ainda pior, pode aumentar a incidência de tumores de endométrio (efeito minimizado quando se repõe também outro hormônio chamado progesterona) e o mais temível efeito indesejado que é aumentar a possibilidade de tumor nas mamas.

Por isso, é fundamental que o seu cardiologista e  o seu ginecologista conversem entre si e avaliem os riscos e benefícios da reposição. Você pode ter um guia para sua consulta médica, pois isso te auxilia a compreender melhor suas necessidades e suas dúvidas ao consultar seu médico. 

A consulta médica é fundamentaldurante todas as fases da vida da mulher, principalmente durante a menopausa

A menopausa funciona assim na nossa vida: ela chega sem pedir licença.

Embora tenha uma data mais ou menos definida para essa fase, não se planeja previamente reposição ou não de hormônios, porque não há como saber a intensidade dos sintomas. Mas é fundamental que se chegue bem a este momento.

E como isso é possível? Através da boa alimentação, como a dieta fitoestrogênica e através de exercícios físicos regulares, por exemplo.

Cuide da sua saúde na menopausa

O  livro 30 receitas para acabar com o calor na menopausa  ajuda a  repor todo o estrogênio, que inevitavelmente, é perdido nesse período.

Esse livro é uma das poucas edições disponíveis no Brasil que de fato, ajuda mulheres a emagrecer definitivamente depois dos 40 anos e dar fim, de uma vez por todas, nesses sintomas tão incômodos do climatério!

Todas as receitas do livro são comprovadamente eficazes no emagrecimento e alívio dos sintomas da menopausa, tudo de forma 100% natural, sem remédios, e sem que você precise passar fome!

Sabe aquele calorão que vem subitamente e te deixa enxarcada de suor?

A enxaqueca que parece que vai explodir sua cabeça?

Aquele inchaço que não te deixa entrar nas roupas que você mais gosta, detonando sua autoestima?

São esses sintomas que o livro 30 receitas para acabar com o calor na menopausa vai te ajudar a eliminar! E tem mais, todas as receitas são práticas e fáceis de fazer no seu dia-a-dia.

Por isso, não perca essa oportunidade e comece ainda hoje a eliminar os sintomas da menopausa!

Viva agora a melhor fase da sua vida.

Siga a @ju.kress nas redes sociais e não perca nenhuma novidade, dicas, exercícios que vão te ajudar a viver uma vida saudável na menopausa, com todo o bem estar que você merece.

A criação de Julia Kress

Graças ao empenho e dedicação de Julia Kress, especialista em saúde da mulher, formada em comportamento humano e desenvolvedora desse Programa exclusivo, mais de 900 mulheres têm suas vidas transformadas e seu bem estar reestabelecido.

O livro 30 receitas para acabar com o calor na menopausa foi criado para ajudar mulheres a emagrecerem e aliviarem os sintomas da menopausa de forma rápida e definitiva!

E detalhe: todas as receitas são saborosas, fáceis de fazer e com ingredientes de baixo custo.

A mudança nos hábitos é essencial para superar essa fase da menopausa da melhor forma, além de melhorar sua qualidade de vida.

Se você quer emagrecer, se livrar das ondas de calor, do inchaço, dores de cabeça e intestino preso que te impedem de ter uma vida mais feliz e alegre consigo mesma …

Você pode começar agora mesmo escolhendo transformar a sua vida, superar de vez essa fase e se tornar uma nova mulher, mais divertida, independente, bem humorada e com total controle sobre o seu próprio corpo!

Adquira agora mesmo o livro 30 receitas para acabar com o calor da menopausa e comece agora mesmo a eliminar os sintomas da menopausa!

A melhor estratégia para você vencer a menopausa é mudando o seu estilo de vida, e tudo começa pela alimentação.

Outros Artigos Recomendados para Você:

Leave a Reply