A insônia pode ser um sintoma da menopausa?

Você se sente cansada durante o dia porque dorme mal?

Se sim, saiba que essa sua insônia pode ser um sintoma da menopausa.

A insônia ou transtornos do sono são comuns em muitas fases de nossa vida, porém, acontece com mais frequência em mulheres do que entre os homens. Entre outros fatores, percebe-se que nós mulheres estamos muito mais suscetíveis à transtornos afetivos e ansiosos.

Ansiedade, estresse e menopausa…

Sentimentos de ansiedade e estresse contribuem para a maior ocorrência de insônia. E atrelado à isso, experimentamos ainda a menopausa. Para recapitular, a menopausa pode ser entendida como uma fase onde ocorre intensas variações hormonais, que afetam diretamente nossa vida.

Ou seja, períodos de intensa variabilidade hormonal estão relacionados com a maior incidência de transtorno de sono, e não apenas pelo estresse, ansiedade – fatores psicológicos citados acima.

Mulheres na menopausa sofrem constantemente com insônia e cansaço excessivo

Que mulher consegue dormir quando há tantas mudanças de humor? 

Pois é, eu sei o quanto é difícil e o quanto o sono exerce um papel importante na nossa saúde mental e física. Ele é um processo dinâmico e é constituído basicamente por duas fases que se alternam durante o período em que dormimos.

Podemos dividir em sono REM e o sono não-REM. O sono REM caracteriza-se pela baixa amplitude das atividades cerebrais, acompanhada de perda do tônus muscular, de flutuações do pulso e da pressão arterial. É aquele sono que você relaxa por completo.

Quando você começa a sentir os calores noturnos (fogachos durante o sono) você começar a sentir mais dificuldade para dormir… Esse sintoma característico da menopausa constitui uma causa comum de insônia em mulheres, embora muitas delas não percebam a sua ocorrência ou tenham uma melhor avaliação de sua gravidade.

A insônia é apenas um dos sintomas da menopausa

Os sintomas da menopausa: muito além da insônia

Vale lembrar que a menopausa pode ser caracterizada por pelo menos 33 sintomas, e todos eles podem gerar transtornos do sono e insônia. Antes de buscar o tratamento mais adequado, é primordial que você conheça mais profundamente a fase em que você se encontra, e você descobrir tudo isso lendo gratuitamente a minha Enciclopédia da Menopausa.

A boa notícia é que a alimentação em conjunto com atividades físicas, são excelentes aliadas no combate a insônia.

Por isso, caminhadas, passeios de bicicleta e alongamentos são atividades que ajudam na flexibilidade e nas condições cardiovasculares, ou seja, atividades físicas constante ajudam a controlar os fogachos. Mas lembre-se, a atividade precisa ser prazerosa para você se sentir motivada a fazer pelo menos 3 vezes na semana.

Aproveite a hora dos exercícios físicos para se conectar com seu parceiro

Alimentação e exercícios: nossos aliados contra a insônia!

Além disso, os exercícios que exigem força estimulam os ossos a captar cálcio. Você pode ler meu meu artigo sobre o cardápio da menopausa, onde eu explico os melhores alimentos para você estimular a produção de hormônios e reduzir os sintomas dessa fase, inclusiva a insônia

Outra parte importante sobre a insônia na menopausa é a forma como nos alimentamos e q quantidade que ingerimos. Geralmente ficamos muito ansiosas, estressadas ou com constantes variações de humor. Sabe o que isso significa?

Significa que podemos nos alimentar de uma forma exagerada durante o dia ou à noite. 

Por isso, uma alimentação mais leve durante a noite favorece nosso sono, pois não iremos dormir com aquela sensação de barriga cheia sabe? Sugiro que você coma uma maçã, quando estiver ansiosa, ou grãos, pois eles ajudam a manter os níveis de glicose estáveis  e evitam a oscilação dos níveis de insulina no sangue.

Então, muitos alimentos demoram para digerir e podem agravar o sintoma de insônia. Então sempre tenha isso em mente quando for abrir a geladeira.

A alimentação é uma forte aliada no combate aos sintomas da menopausa

Alimentos que ajudam na insônia

Existem muitos alimentos capazes de ajudar na insônia e através das atividades físicas e uma dieta fitoestrogênica, você pode conquistar novamente aquele sono tranquilo, que há muito tempo ficou esquecido.

Sempre digo que a menopausa é um momento onde a mulher precisa se reinventar. Precisamos cuidar de nós mesmas como cuidamos de outras pessoas que amamos. A insônia, calores, fogachos e alternâncias de humor não são os principais vilões, mas sim nós mesmas que ainda não aprender a lidar e a aceitar essas mudanças.

Ou seja, é necessário entender tudo o que a menopausa causa no nosso corpo, entender nossos sentimentos e emoções. Nos perguntar: Mas porque eu não consigo dormir? Será só insônia? Será preocupação excessiva? Será os calores?

Por isso, precisamos nos compreender e entender a causa dos problemas que nos afligem nesse momento, porque só assim conseguiremos chegar nas soluções.

E elas existem. 

Então, para todos os sintomas da menopausa existe uma solução. Até mesmo para a sua insônia.

Outros Artigos Recomendados para Você:

Menopausa-e-osteoporose-300x200

Osteoporose na Menopausa

Osteoporose na menopausa Osteoporose.. Palavra difícil para um problema muito comum entre as mulheres. A osteoporose é uma doença bastante relacionada à longevidade do ser

LEIA MAIS >
tipos de salada para a menopausa

Alimentação fito e menopausa

Alimentação fito e menopausa O efeito dos fitos em mulheres na menopausa Os fito estrogênicos  são alimentos que contém uma substância muito benéfica para mulheres

LEIA MAIS >

Leave a Reply