Reposição Hormonal para recuperar a Libido

Meu apetite sexual não existe mais!” Essa é uma reação comum à maioria dos sintomas associados à menopausa.

Embora algumas mulheres não tenham sido afetadas pelos efeitos da menopausa, há outras que estão enfrentando sintomas graves e querem um alívio para elas. Chegará um momento em que a pergunta será feita: “A terapia de reposição hormonal é uma coisa boa?”

Muitas mulheres escolhem a reposição hormonal para diminuir os sintomas associados à menopausa. No entanto, há questões a serem consideradas. Embora a Terapia de Reposição Hormonal possa ser uma bênção para alguns, também pode ser uma maldição para outros.

Alguns efeitos colaterais podem afetar gravemente a vida de uma mulher, como por exemplo aumentar o risco de câncer de mama.

A reposição hormonal…

Primeiro você precisa entender o porquê de algumas mulheres buscarem a reposição hormonal e o que ela proporciona.

A reposição hormonal, em tese, significa ‘’recarregar’’ hormônios que devido a fase da menopausa está naturalmente em queda.

Ou seja, essa reposição faria sentido para os sintomas no corpo, como fogachos – aquele calor intenso que sentimos, ganho de peso e alterações de humor. Na prática, porém, a questão é muito mais complexa, uma vez que existem efeitos colaterais que precisam ser colocados na balança.

Como a produção de estrogênio despenca durante a menopausa causando diversos sintomas, como a perda do apetite sexual, muitas mulheres decidem substituir o estrogênio perdido com a reposição hormonal.

No entanto, existem relatos contraditórios sobre os efeitos a longo prazo, deixando as mulheres em uma posição desconfortável sobre se a terapia de reposição é ou não adequada para elas.

Há uma saída, entretanto, que vai de encontro com a reposição hormonal. Um método totalmente natural que vai te ajudar em diversos âmbitos: físicos, mentais e até hormonais.

Uma combinação de exercícios físicos, uma dieta equilibrada e evitar certas coisas, como o tabaco, podem ajudar uma mulher sem agredir o corpo dela.

Ao estabelecer um equilíbrio, uma dieta adequada, o gerenciamento do estresse e o uso de suplementação natural de progesterona, as ondas de calor, suores noturnos, falta de libído e outros sintomas da menopausa são significativamente aliviados ou completamente eliminados.

Os Programas específicos têm ajudado diversas mulheres, no Brasil e no mundo, a eliminar os sintomas da menopausa sem precisar recorrer à reposição hormonal.

Você também quer dominar a menopausa de uma forma totalmente natural?

A alimentação como repositor hormonal…

A alimentação é também uma importante aliada no combate dos sintomas da menopausa e fornecem vitaminas e nutrientes que auxiliam na produção dos hormônios femininos, você pode ler mais sobre isso aqui.

A intensidade dos sintomas e seu histórico familiar devem pesar nessa decisão de fazer ou não a reposição hormonal, mas somente esses não devem ser fatores determinantes. Fitoesteróis, que são hormônios naturais derivados de plantas (soja, por exemplo), podem auxiliar na diminuição dos sintomas.

Durante o desenvolvimento, o estrogênio tem influência nos ossos e na textura da pele. Ele é responsável pelos traços femininos, como olhos e lábios grandes e narizes e maxilares menores. A partir daí, esses hormônios são responsáveis pela regularidade dos ciclos menstruais.

Infelizmente, nem toda decisão é assim tão fácil.

Ao falarmos sobre reposição hormonal, podemos associar a ela inúmeros efeitos adversos. Alguns desses efeitos colaterais são as alterações na coagulação e possibilidade de formação de coágulos, sangramentos irregulares, dor nas mamas, retenção de sódio, aumento da incidência de cálculos na vesícula.

Ainda pior, pode aumentar a incidência de tumores de endométrio (efeito minimizado quando se repõe também outro hormônio chamado progesterona) e o mais temível efeito indesejado que é aumentar a possibilidade de tumor nas mamas. Por isso, é fundamental que o seu cardiologista e o seu ginecologista conversem entre si e avaliem os riscos e benefícios da reposição.

A menopausa funciona assim na nossa vida: ela chega sem pedir licença.

Embora tenha uma data mais ou menos definida para essa fase, não se planeja previamente reposição ou não de hormônios, porque não há como saber a intensidade dos sintomas.

Mas é fundamental que se chegue bem a este momento.

E como isso é possível? Através da boa alimentação, como a dieta fitoestrogênica e através de exercícios físicos regulares, por exemplo.

Não esqueça de manter sua mente e corpo saudáveis, pois o equilíbrio é a chave para dominar a menopausa e ser a melhor versão de você mesma.

Investir em um programa que trate de forma natural vários outros sintomas que atingem a mulher nessa fase da vida também é uma forma de cuidar de você mesma.

E você? Está se cuidando? Os sintomas do climatério e menopausa estão te incomodando? Quer mudar seu estilo de vida?

Eu posso te ajudar!

O meu programa Vencendo a menopausa tem ajudado centenas de mulheres acima de 40 anos a terem mais energia como um corpo de 30 e darem um novo rumo a essa fase.

O vencendo a menopausa é direcionado para mulheres nessa fase da vida e está disponível em PDF e vídeo aulas,em uma plataforma segura e disponível durante um ano, basta ter um celular e conexão com a internet para acessá-lo.

Nele você vai encontrar um passo a passo para melhorar a insônia, calorão e a barriga inchada, a saúde em um contexto geral.

Um programa onde você vai aprender a ter mais controle dos seus impulsos, da sua alimentação e exercícios direcionados para mulheres após os 40, que não são os mesmos de uma menina de 25 anos.

Talvez você saiba, talvez não, mas existem exercícios que irão ativar naturalmente alguns hormônios do seu corpo e com isso eles vão trabalhar a seu favor aliviando os sintomas.

Quer saber mais?

Clique aqui, e saiba tudo sobre esse programa transformador que vai te ajudar a cuidar da saúde na menopausa!

Julia Kress.

Quem é Julia Kress?

É especialista em saúde da mulher pelo programa “Advancing Women`s Health” da Universidade de Harvard Medical School e formada em Comportamento Humano por Tony Robbins.

Desde 2004, Julia ajuda mulheres a transformar suas vidas fazendo deste período da pré-menopausa a melhor fase de suas vidas. Olhe abaixo como Julia pode ajudar você.

Desenvolveu o programa “Domine a Menopausa”, a mentoria “Mulher Inabalável”, o programa “Vencendo a Menopausa”, ”, “Emagrecendo aos 40” e “Menopausa Sem Stress”.e autora dos livros “Como Dominar os Sintomas da Menopausa”, “Enciclopédia da menopausa”, “Viver bem na menopausa”, “Desafio detox” e “20 dias para Ativação do Metabolismo na Menopausa”.

 

Outros Artigos Recomendados para Você:

Menopausa-e-osteoporose-300x200

Osteoporose na Menopausa

Osteoporose na menopausa Osteoporose.. Palavra difícil para um problema muito comum entre as mulheres. A osteoporose é uma doença bastante relacionada à longevidade do ser

LEIA MAIS >
tipos de salada para a menopausa

Alimentação fito e menopausa

Alimentação fito e menopausa O efeito dos fitos em mulheres na menopausa Os fito estrogênicos  são alimentos que contém uma substância muito benéfica para mulheres

LEIA MAIS >

Leave a Reply