10 passos para acabar com a ansiedade na menopausa

Você se sente mais ansiosa a cada dia que passa, e não consegue identificar qual é o problema?

Muitas vezes a ansiedade e o estresse são causados pela disfunção hormonal na menopausa, alguns estudos apontam que a perimenopausa está fortemente associada ao aparecimento de sintomas de ansiedade e depressão em mulheres sem história prévia de doença mental.

No Brasil, sendo uma perspectiva de vida em torno dos 72,4 anos, um terço da vida das mulheres será vivido no climatério. Estima-se que 33% das mulheres sofrerão pelo menos um episódio de depressão durante a vida, com prevalência de 9% no climatério.

 Outros fatores de risco, como obesidade, antecedentes de síndrome de tensão pré-menstrual (TPM), ondas de calor  , distúrbios de sono, desemprego e estado marital também influenciam nos sintomas.

Outros cientistas estão inclinados a acreditar que a presença de sintomas vasomotores (fogachos), interferindo no sono da mulher, determinariam, em longo prazo, o aparecimento dos quadros depressivos e ansiosos (Teoria Dominó).

A partir de uma perspectiva psicossocial, alguns pesquisadores argumentam que a depressão e a ansiedade no climatério não ocorrem devido às flutuações hormonais, mas devido às mudanças no meio familiar, como separação, síndrome do ninho vazio, doença ou morte de familiares, diminuição de renda. 

É muito importante trabalhar a mente para que ela esteja bem consolidada a lidar nessa nova fase da vida, onde sem sombra de dúvidas encontraremos diversos mas precisam estar firmes para superar qualquer situação. 

Como combater a ansiedade

1. Pratique atividades físicas

Praticar atividades físicas  ajuda a lidar com estados de ansiedade porque eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer.  

Caminhar três vezes por semana, por pelo menos meia hora, já pode ajudar a lidar com ansiedade. 

2. Reduza seu estresse diário

Pessoas com tendência a atenuar o estresse consequência e existem várias formas de fazer isso.  Para as que ficam estressadas com mais facilidade recomendo preparação de acupuntura regular, além de meditação.

A ioga oferece ao praticante a possibilidade de aprender a controlar sua mente e seu corpo.  Este controle, que é comum de uma combinação de técnicas respiratórias, corporais e de meditação.

3. Evite pensamentos negativos

Em casos de ansiedade que se estendem por longos períodos, recomenda-se que uma pessoa evite os pensamentos ou catastróficos.  

Isto certamente não é fácil de ser feito, mas é possível e trata-se de um aspecto importante, pois os pensamentos e como falas negativas agravam a situação, intensificando as respostas autonômicas, como o mal-estar e o descontrole respiratório.

4. Mantenha o foco de atenção no presente

Quando sua mente está dedicado integralmente ao momento atual, você tem capacidade total de análise, julgamento e ação, portanto, esta é uma boa forma de  controlar a ansiedade .  

Quando a mente passeia aleatoriamente entre passado e futuro sem direcionamento para um planejamento você pode se perder nas ideias e a ansiedade pode iniciar ou piorar.

5. Seja mais organizado

Quem vive na bagunça gasta tempo para achar o que precisa, acumula coisas sem utilidade, dificultando o bem-estar e acaba por criar sentimentos de ansiedade. 

6. Esteja com quem você ama

Conviver com pessoas queridas da família, amigos e conhecimentos que se tem afinidade faz toda diferença na qualidade de vida.  A companhia de quem amamos é especial para nosso emocional. 

Quem está bem vive mais relaxado e menos ansioso.

7. Dedique tempo para cuidar

Reservar algum tempo do dia para você e ser capaz de ouvir suas necessidades reais pode contribuir diretamente para o controle da ansiedade. 

Saber olhar para si, atender e contribuir para sua meta de vida é uma ação de grande poder para sua vida.  Seja capaz de dedicar um pouco de tempo e energia a você mesmo.

8. Confie mais em si mesmo

Você é (ou deveria ser), sem dúvida alguma, a sua melhor companhia.  Não há ninguém que estará ao lado mais tempo que você mesmo, por isso, invista nessa bela? Parceria?  com você mesmo.  Seja fiel a você.  Confie mais e essa sobrecarregue para lidar com a ansiedade do dia a dia.

9. Desenvolva congruência

Quem pensa de um jeito, idade de outro e diz ainda outra coisa, com toda certeza, ansiedade.  Buscar equilíbrio entre o que se quer e o que faz pode contribuir para a harmonia do seu dia.  

O que está por trás das suas ações?  Quais suas reais intenções ao agir?  Você atende como suas necessidades reais?  Pense com carinho essas perguntas e tende observar quais atitudes podem ajuda-lo.

10. Cuide bem do seu momento antes de dormir

Evite ações que levam a isolamento, preocupação e desgaste.  Nem sempre podemos prever o que pode acontecer pouco antes de dormir, mas aquilo que depende de nós devemos fazer bem feito.

Procure conversar assuntos mais sérios para o horário de ir para cama.  Ponha um freio mental em pensamentos de tomada de decisão em momentos de relaxamento.  Mudar a vida dentro da cabeça na hora de ir dormir só gera ansiedade e perda de sono.